Seja um Ativista Seja um Associado Faça uma Doação Lojinha Adote Sobre a PEA

 

Página Inicial

Animais
Eventos
Meio Ambiente
PEA

 

Ajude a PEA

 

Ajude a combater os maus tratos e o abandono de animais. Seu apoio é muito importante.

Faça a Diferença

Clique Aqui

Você também pode ajudar

efetuando sua contribuição nos bancos abaixo

 

Banco Itaú

 Agência: 1574

Conta Corrente: 22004-0

 

Bradesco

  Agência: 0665-3

Conta Corrente: 127.526-7

 

CNPJ: 05.872.606/0001-30

 
Acesse, Copie, Divulgue

 

 

Siga a PEA

 

 

Notícias - ANIMAIS


 

Câmara derruba veto e libera circulação de carrinhos de catadores em Porto Alegre

Por unanimidade, a Câmara de Vereadores de Porto Alegre derrubou, nesta segunda-feira, o veto do prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) ao projeto que prorroga até 2020 a permissão para que carrinhos de catadores de lixo reciclável sigam circulando na Capital. A circulação dos equipamentos é, em teoria, proibida desde setembro de 2016. Ao todo, 34 vereadores votaram pela derrubada do veto.

De autoria do vereador Marcelo Sgarbossa (PT), o projeto havia sido aprovado em maio no Legislativo. No texto, Sgarbossa estendia o limite até 2022, mas uma emenda do vereador Reginaldo Pujol (DEM), também aprovada, reduziu esse prazo em dois anos.

  • 07/08/2017
  • 18:22
  • Atualização: 00:43

Câmara derruba veto e libera circulação de carrinhos de catadores em Porto Alegre

Desde setembro de 2016, o uso de equipamentos é, em teoria, proibido

Trabalhadores comemoram veto da Câmara nas galerias | Foto: Alina Souza

Trabalhadores comemoram veto da Câmara nas galerias | Foto: Alina Souza

  • 0
    Comentários
  •  
  • Lucas Rivas / Rádio Guaíba

Por unanimidade, a Câmara de Vereadores de Porto Alegre derrubou, nesta segunda-feira, o veto do prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) ao projeto que prorroga até 2020 a permissão para que carrinhos de catadores de lixo reciclável sigam circulando na Capital. A circulação dos equipamentos é, em teoria, proibida desde setembro de 2016. Ao todo, 34 vereadores votaram pela derrubada do veto.

De autoria do vereador Marcelo Sgarbossa (PT), o projeto havia sido aprovado em maio no Legislativo. No texto, Sgarbossa estendia o limite até 2022, mas uma emenda do vereador Reginaldo Pujol (DEM), também aprovada, reduziu esse prazo em dois anos.

Sgarbossa alegou que o "Programa Todos Somos Porto Alegre", que previa a inclusão social e econômica dos catadores, não atingiu os objetivos previstos em lei, fazendo com que a maioria dos catadores se mantenha nas ruas até hoje. Ele fala que as metas não foram alcançadas, sobretudo, nos bairros Humaitá, Navegantes e Centro Histórico.

Fonte: Correio do Povo

Data: 8/8/2017 14:06:11

Compartilhe a notícia:

>voltar<