Seja um Ativista Seja um Associado Faça uma Doação Lojinha Adote Sobre a PEA

Página Inicial

Crueldades com Animais
Informações
Fotos e Vídeos
Slides
 

Ajude a PEA

 

Ajude a combater os maus tratos e o abandono de animais. Seu apoio é muito importante.

Faça a Diferença

Clique Aqui

Você também pode ajudar

efetuando sua contribuição nos bancos abaixo

 

Banco Itaú

 Agência: 1574

Conta Corrente: 22004-0

 

Bradesco

  Agência: 0665-3

Conta Corrente: 127.526-7

 

CNPJ: 05.872.606/0001-30

 
Acesse, Copie, Divulgue

 

 

Siga a PEA

 

 

Rinhas


Cães

Galos

Canários

Fatos

O que Fazer

 

 

Rinha de Cães

Dois cães são colocados juntos para brigarem. A “luta” só termina  quando o dono do cão desiste. Em combates profissionais, há um tipo chamado “Till Death do Us Part” (até que a morte nos separe).  Nesse combate a “luta” termina com a morte de um dos cães. Cão de Rinha é um cão como outro qualquer, que foi “treinado e estimulado”, desde pequeno, para combater outro cão. É um cão que não teve escolha. Ele apenas APRENDEU o que o SEU DONO ENSINOU. Culpar o cão pelos atos do homem é o mesmo que condenar à prisão, um revólver usado em um crime.

 

Características de um Cão de Rinha

- Orelhas curtas, muitas vezes amputadas.

- Feridas e machucados constantes.

- Cicatrizes na cabeça, pescoço, pernas e orelhas.

- Cicatrizes de pontos e de lacerações.

- Feridas constantes com sangramento notável.

 

>voltar<

 

 

Rinha de Galos

Equipados com afiadas lâminas de metal, na altura das esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores. O galo que correr da briga, que cai por nocaute, ou quebra a pata ou a asa, perde. Já está mais do que provado que os "galos de briga" só brigam na natureza para defender o seu território e que, nas rinhas, apenas reagem de acordo com o que aprenderam.

 

>voltar<

 

 

Rinha de Canários

Dois machos são estimulados a disputarem uma fêmea até a morte, porém o vencedor não fica com ela. Ele é preparado para a próxima luta.

 

>voltar<

 

 

Fatos Relacionados à Rinha

Os animais são obrigados a lutar até que um deles morra ou o dono desista em virtude de ferimentos agravados.

 

As pessoas envolvidas em rinhas freqüentemente estão envolvidas também em outras atividades ilegais como jogos, roubo, estupro, homicídios, tráfico, posse de drogas e armas.

 

As pessoas envolvidas em rinhas têm, em sua maioria, histórico de atitudes violentas ou criminosas em relação às pessoas.

 

Não é raro que as pessoas envolvidas em rinhas levem crianças para assisti-las.

 

Muitos animais gravemente feridos são abandonados pelo seu dono após a rinha, pois os gastos na sua recuperação são geralmente altos. Para eles ajudar os animais não compensa.

 

Locais de Possível Atividade de Rinha

- Casas Abandonadas;

- Garagens;

- Ferro-velhos;

- Porões;

- Galpões;

- Fazendas e Sítios.

 

Mas não se engane, há locais extremamente estruturados e luxuosos onde a rinha é praticada. Locais fechados, sigilosos onde movimenta-se rios de dinheiro sobre uma arena sangrenta, cruel e criminosa.

 

>voltar<

 

 

O Que Fazer

Você tomou conhecimento que está sendo ou será realizado uma rinha em sua cidade ou próximo à sua residência:

 

Nunca participe de rinhas;

 

Conscientize as pessoas a denunciarem os organizadores, os participantes e os proprietários dos animais;

 

Imprima panfletos educacionais e distribua o máximo que puder:;

 

Denuncie, chame a polícia e faça um TC (cite o Art. 32 da Lei Federal de Crimes Ambientais 9.605/98);

 

Fotografe e/ou filme os animais e as pessoas antes, durante e depois da rinha e dos treinamentos - provas e documentos são fundamentais para combater transgressões.

 

>voltar<